Blog
08
Jun
2022
Energia solar: tudo o que você precisa saber sobre sistemas fotovoltaicos

Energia solar: tudo o que você precisa saber sobre sistemas fotovoltaicos

Se você gosta do assunto e quer conhecer mais sobre energia solar, nós aqui da Helux separamos todas as informações necessárias para que você não tenha mais nenhuma dúvida!
Neste artigo, você vai conhecer as principais tecnologias que englobam um sistema fotovoltaico, os benefícios de uma instalação em sua residência ou empresa e muito mais!

O que é a energia solar?

Quando falamos sobre “a energia solar”, devemos entender que tocamos em um termo muito abrangente. A energia solar pode englobar toda e qualquer fonte de energia que provenha da radiação eletromagnética (luz e calor) emanada diariamente pelo sol. Isso quer dizer que instalações diferentes podem usar a luz do sol de maneiras diferentes para a produção de energia, como é o caso da energia fotovoltaica, que utiliza a luz do sol, e das usinas termossolares, que utilizam o calor do sol.

Porém, o nosso foco neste artigo é voltado à energia fotovoltaica, uma fonte de energia alternativa, renovável e sustentável que, através de um sistema tecnológico, produz energia elétrica a partir da luz solar.

É normal hoje em dia, que o próprio conceito de energia solar seja associado diretamente à energia fotovoltaica, porque esse tipo de geração de eletricidade é totalmente limpa e muito popular!

Nestes sistemas, quando as partículas de energia da luz do sol, os fótons, “batem” nos painéis solares, uma corrente elétrica é gerada, podendo ser direcionada e utilizada para alimentar residências, empresas, indústrias etc, tanto na cidade quanto em áreas rurais.

Características da energia fotovoltaica

  • As principais características da energia solar fotovoltaica são:
  • É proveniente da luz do Sol;
  • É totalmente sustentável e renovável, não agredindo o meio ambiente;
  • Ela não produz substâncias poluentes e nem resíduos tóxicos;
  • É uma energia muito barata, porque provém de uma fonte gratuita, que é o sol;
  • Os sistemas fotovoltaicos duram cerca de 25 anos;
  • Através dos sistemas fotovoltaicos, pode ser gerada uma economia de até 95% na conta de luz.

Como funcionam os sistemas fotovoltaicos?

Os sistemas fotovoltaicos são responsáveis por capturar a luz do sol e transformá-la em energia elétrica, e para isso são utilizados os famosos painéis solares, que são feitos com o uso das células fotovoltaicas. Essas células, por sua vez, são produzidas a partir de uma material semicondutor, na maioria das vezes sendo o Silício (Si).

Quando os fótons da luz solar “batem” nos painéis, as células fotovoltaicas recebem essa luz e energizam os elétrons do seu material semicondutor, que acabam se movimentando, o que gera uma corrente elétrica que é armazenada e pode ser utilizada para alimentar as redes do local onde está instalado todo o sistema.

Todos os sistemas fotovoltaicos que são utilizados para gerar energia elétrica nas casas e nas empresas são compostos por um número diferente de placas, dependendo da demanda necessária para cada imóvel. Cada placa, por sua vez, é formada por dezenas de células, que são ligadas em série e encapsuladas dentro de uma moldura para garantir sua eficiência e durabilidade.

O sistema fotovoltaico utilizado em imóveis é formado por um kit de energia solar, que é composto por:

  • painéis solares;
  • inversor;
  • string box;
  • conectores e cabeamentos.

Hoje, a energia fotovoltaica é a fonte de energia limpa que mais cresce no mundo, ao lado da eólica. No Brasil, já é utilizada em milhões de residências e empresas, além de estar presente em diversas usinas ou locais de grande demanda energética, como quartéis e prédios do governo.

Com os aumentos absurdos das contas de luz, os brasileiros têm buscado cada vez mais a alternativa fotovoltaica, e todos os que garantem seus sistemas não se arrependem. Por conta de sua natureza, a energia fotovoltaica pode demandar sim um investimento inicial, mas que se paga ao longo do processo de maneira rápida e também natural, já que as contas de luz podem reduzir até 95%!

Os tipos de sistema fotovoltaicos

Quando você decide instalar um sistema fotovoltaico, você pode se deparar com alguns termos um pouco mais técnicos, como é o caso dos termos on-grid e off-grid. Então, para que você não fique por fora, vamos te explicar da melhor maneira as características e diferenças de cada um!

O que é um sistema fotovoltaico on-grid?

O sistema on-grid é destinado aos sistemas fotovoltaicos que estão conectados diretamente à rede pública de distribuição de energia, buscando uma maior liberdade e segurança para seu proprietário.

Se por algum motivo (mesmo que isso raramente aconteça), o sistema de energia fotovoltaica estiver produzindo menos do que o necessário para a alimentação do imóvel, o módulo conectado à rede pública estaria pronto para “puxar” energia proveniente da distribuidora, sem maiores preocupações.

Ainda, em momentos em que a produção de energia do sistema for maior do que a necessária para a utilização (o que acontece com mais frequência), todo o excesso é repassado diretamente para a rede pública, o que gera créditos para o usuário. É quase como se você ganhasse um bônus, já que a energia que você produzir e não utilizar será destinada para alguém que precisa, através da rede pública.

Por não precisar de baterias, os sistemas on-grid são geralmente mais baratos.

Como funciona o sistema fotovoltaico on-grid?

Este tipo de sistema, conectado diretamente à rede pública de distribuição de energia, funciona de maneira semelhante à explicada mais acima no artigo. A luz solar incide sobre os painéis, ativando as células fotovoltaicas, que geram energia em uma corrente contínua, que passa pelo inversor e é transformada em corrente alternada.

Porém, a principal diferença entre o sistema off-grid (que explicaremos em detalhes logo abaixo), é a ausência de armazenamento. Toda a energia excedente é enviada à rede e traz créditos ao usuário, e se por algum motivo este usuário precise de um “complemento” de energia proveniente da distribuidora local, ele não precisaria se preocupar com o valor, pois os créditos gerados durante os dias de excesso “cobrem” o que é usada nos dias de menor produção.

Abaixo, descrevemos um passo a passo de como funciona o sistema on-grid:

  • Os painéis fotovoltaicos captam a luz do sol;
  • As células fotovoltaicas presentes nos painéis são ativadas, gerando uma corrente contínua;
  • Essa corrente passa pelo inversor e se transforma em uma corrente alternada, própria para uso em imóveis;

O que é um sistema fotovoltaico off-grid?

De maneira resumida, os sistemas off-grid são destinados a residências ou estabelecimentos muito afastados, que não podem ou preferem não contar com a distribuidora local de energia. Ambos os sistemas citados funcionam de maneira semelhante, mas os sistemas off-grid possuem uma diferença crucial: eles são auto-suficientes e totalmente independentes.

Por estarem desconectados completamente das redes de distribuição, são necessárias baterias que armazenam o excesso de energia produzida nos dias mais claros, e quando os dias estão mais escuros, com menos produção, essas baterias complementam o sistema com a energia necessária para a alimentação do imóvel.

Esse tipo de sistema é ideal para lugares remotos, como citado acima, já que estes locais podem não ter acesso à energia por por outras vias, ou que sofrem com quedas constantes e não podem confiar na alimentação energética padrão. Ele também é indicado para as pessoas que querem economizar totalmente na conta de luz, já que você possuiria um sistema completamente avulso à distribuidora local e seria completamente autossuficiente.

Por conta das baterias, os sistemas off-grid são mais caros.

Como funciona o sistema off-grid?

Seu funcionamento prático é idêntico ao on-grid, porém o inversor solar envia a corrente alternada diretamente para a bateria, e não para a rede pública. Este sistema é completamente autônomo, sendo usado para abastecer tudo que o imóvel precisa, utilizando as baterias e a geração de energia fotovoltaica.

Em vários sentidos, seu funcionamento acontece de maneira semelhante ao sistema on-grid. Entenda melhor abaixo:

  • Os painéis fotovoltaicos captam a luz do sol;
  • As células fotovoltaicas presentes nos painéis são ativadas, gerando uma corrente contínua, da mesma forma;
  • Essa corrente passa pelo inversor e se transforma em uma corrente alternada, própria para uso em imóveis;
  • Essa energia excedente é enviada para as baterias e armazenada, e em dias com menos luz, ela supre o que for necessário.

Qual destes sistemas é o indicado para mim?

Apesar das poucas diferenças, nós da Helux indicamos sempre a instalação de um sistema on-grid. Para nós, principalmente nas cidades, a segurança proveniente desse tipo de instalação e seu preço reduzido comparado aos sistemas off-grid, superam as vantagens de ser completamente autônomo.

Com os sistemas de créditos oferecidos pelas distribuidoras, as contas de luz são reduzidas em até 95% e você ainda tem a liberdade de saber que está contribuindo para um mundo mais saudável, fazendo parte da evolução energética!

Você gostou de aprender um pouco mais sobre os sistemas fotovoltaicos? Achou interessante tudo que foi visto aqui?

Quer entrar para o time e fazer parte das quase 3 milhões de pessoas que já utilizam a energia fotovoltaica em suas residências?

Então, clique aqui e solicite seu orçamento!

A Energia Solar não é apenas o futuro, mas também o presente!

Agência Tomahawk

Comente essa publicação

-- Google Tag Manager (noscript) -->